Gerador de Nomes de Produto

Gere ideias de nomes para o seu Produto em baixo.

Como escolher um nome para o seu produto

Escolher um nome para o seu produto é uma oportunidade para introduzir uma descrição criativa e dinâmica que atraia e envolva o seu público-alvo ao mesmo tempo que provoca uma resposta emocional positiva. Um nome de produto ideal irá ajudá-lo a aumentar as vendas e a evoluir a sua marca. O seu nove deve ser informativo e refletir a personalidade por detrás da sua identidade de marca.

Um nome simples, no entanto, perde potencial para desenvolvimento da marca. Por exemplo, uma empresa de chocolate de luxo escolhe o nome “Duplo Dark” para o seu chocolate, mas não seria mais cativante se escolhesse algo tipo “Mais Dark do que a Noite?”. Continua a ser um nome descritivo e interessante, dá a ideia de algo diferente e misterioso. Empresas que tomam esta posição face aos seus produtos, descobrem que a forma mais fácil de criar uma base consumidora leal.

Nos próximos minutos, iremos ajudá-lo a pensar muito mais além do que a escolha de um nome, veremos os seus objetivos de marca, público-alvo, interesses demográficos, nomes de concorrência e inspirações de nomes para o seu produto.

10 dicas para escolher um nome de produto

1. Descreva o produto

A forma mais fácil de dar um nome a um produto é dar-lhe um nome que descreva precisamente o que o produto faz. Algumas empresas conseguiram fazer isso tão bem que os seus nomes se tornaram sinónimos do produto por si só. Por exemplo, o Bubble Wrap foi criado pela Sealed Air Company e é um produto de marca registada por eles.

2. Crie um nome fácil de soletrar e pronunciar

Se um produto é difícil de soletrar, será difícil de encontrá-lo online. Muitas vezes, as pessoas não compram produtos na hora exata. Elas vêm algo, pensam, pesquisam e só depois é que compram. No entanto, se elas não conseguirem soletrar nem pronunciar o seu nome, não pesquisarão o produto online, nem irão comprá-lo.

3. Combine palavras

Através da combinação de duas palavras relevantes para o seu produto, você pode criar uma palavra composta criativa e única que seja cativante e represente com precisão o seu produto. Um ótimo exemplo disso é a Minipresso, da Wacaco. A Minipresso é uma mini máquina portátil de expresso. O nome combina as palavras mini e espresso.

4. Torne o seu nome memorável

Nomes longos são difíceis de lembrar. Um produto que as pessoas se esquecem do nome não vende tão bem como uma que atrai a atenção das pessoas e fica nas suas memórias. Usar aliteração é uma das técnicas que o pode ajudar a criar um nome memorável. Paypal é um excelente exemplo. A aliteração dos “p” fica na sua cabeça e é um nome descritivo também, visto que qualquer um entende que é um serviço relacionado com pagamentos.

5. Pense em metáforas

Pense em formas de descrever o seu produto através de metáforas. Vejamos o exemplo de Ford Mustang, onde a segunda palavra remete para um cavalo selvagem rápido do oeste da América. A Ford através da associação metafórica conseguiu relacionar o seu produto e criar uma essência no público.

6. Acrónimos

Um acrónimo pode ser uma ótima forma de ter um nome de produto longo e descritivo transformado num nome memorável. No entanto, deverá ter um pouco de cuidado e garantir que ao transformar o nome num acrónimo, ele não se vai tornar impossível de lembrar. Por exemplo, ninguém se lembra de um acrónimo como RDPEF. Mantenha-o curto e preferencialmente com um som divertido sem significado de palavra, como ABBA.

7. Use um Verbo

Usar um verbo para descrever o seu produto pode ajudá-lo a torná-lo memorável. Por exemplo, o iPod touch ou o iPod Shuffle. Os verbos “to touch” e “to shuffle” descrevem a “proposta de utilidade” dos produtos e faz que eles sejam facilmente lembrados. Ou então pode tornar o nome do seu produto num verbo, por exemplo, o Google tornou-se um verbo para fazer uma pesquisa na internet.

8. Pense na resposta emocional do consumidor

Um bom nome de produto irá criar uma resposta emocional no consumidor. Huggies (abraços em Inglês), por exemplo, são fraldas, mas o nome sugere que são mais do que isso. O nome evoca uma resposta emocional positiva. A maioria das pessoas gosta de abraços, as pessoas gostam de abraçar coisas fofas como bebés. O nome transformou algo bruto num produto fofo e amigável.

9. Pense no seu público-alvo

Quem é o seu público-alvo? Por que é que as pessoas devem comprar o seu produto? Pense sobre no que o seu público-alvo quer comprar. Se está a criar uma peça tecnológica inteligente para um público muito específico, escolha um nome inteligente que os atraia. Tente obter opiniões de potenciais clientes sobre as ideias dos nomes de produto que criou.

10. Teste o nome

Experimente o nome em catálogos, no seu website e perceba se ele se encaixa no seu conceito de marca ou parece incompatível? Diga o seu nome em voz alta, crie frases, slogans. Ele soa bem? É cativante?

Ter um bom nome de produto

Para perceber se o seu nome de produto irá ser bem sucedido, precisa colocar-se no lugar do seu público e perguntar a si mesmo: O meu nome destaca-se? Use um nome de produto que o torne especial, diferente e que transmita a mensagem que quer.

O nome informa o que o produto faz ou relaciona-se com produtos anteriores e com a sua marca? Um consumidor é obviamente muito mais propenso a comprar algo quando ele sabe o que isso faz. Se escolher um nome completamente aleatório, então terá que confiar na sua identidade de marca para informar e persuadir as pessoas a comprarem. Se a sua marca for uma grande marca que faz carros ou computadores como a Ford ou a HP, então não terá problemas, mas se for uma empresa pequena e o primeiro contato com a sua marca for através do nome do produto, então será benéfico ter um nome informativo atraente.

O nome instila confiança na marca? A sua marca e produto devem trabalhar em conjunto, de forma sinónima, para promover e construir a sua identidade de marca e garantir confiança e lealdade, o que irá ajudar o seu negócio e vendas a crescer.

A Diferença entre um nome de negócio e um nome de produto

O nome do seu negócio e o nome do produto devem trabalhar juntos, com sinergia, pois ambos devem ajudar-se e dar suporte à empresa.

Um exemplo interessante é a marca de negócio Google, onde os limites entre os produtos e a marca são quase inseparáveis. O principal produto deles é o Google Chrome. No entanto, existe uma enorme variedade de outros produtos: Google Adwords, Google Docs, Google Analytics, Google Maps, Gmail, todos estes produtos funcionam sob a marca central Google.

No entanto, existem distinções claras entre um nome de produto e nome de negócio. Um nome de produto deve ser mais informativo, focado em vender o produto, enquanto atrai e dá suporte à identidade de marca. Um nome de negócio, no entanto, é uma marca construída nas perceções, expectativas e experiências dos consumidores, com todos os produtos e serviços sob uma marca.

Mudar o nome de um produto

À medida que desenvolve um produto, novas versões serão lançadas e há uma ou duas estratégias básicas a escolher quando escolher os seus nomes. A primeira é manter o mesmo nome. As empresas de automóveis fazem isso com frequência, por exemplo, o Ford Focus tem muitas versões. A segunda estratégia é criar um nome totalmente novo para essa nova versão. Por exemplo, GameCube quando lançou a nova versão deu o nome de Nintendo Wii.

Quando os clientes veem a continuação do nome, eles esperam que o produto seja similar ao modelo anterior. A continuidade do nome é uma garantia da qualidade, mas os clientes esperam que o produto tenha funções inovadoras. Vejamos o exemplo do Ford Focus SEL Titanium Se Sedan. Cada sufixo indica uma pequena mudança e diferença entre os produtos anteriores.

Playstation, por exemplo, usa a continuação do nome da marca. As pessoas esperam por um produto igual ao anterior, mas melhor, com novas características. A Nintendo, em comparação, lançou diferentes consolas com diferentes nomes, significa que os usuários esperam funções completamente diferentes das anteriores.

Inspiração de Nome de Produto

Pegue num papel, crie uma lista de palavras-chave e ideias que aparecerem na sua mente enquanto pensa no seu produto. Organize essas palavras e frases por categorias. A próxima etapa é pesquisar no Google. Explore sinónimos, antónimos e idiomas interessantes criando uma lista de palavras-chaves relevantes e ideias.

Quando tiver uma lista, tente combinar palavras e ideias seguindo as 10 dicas acima citadas. Experimente o nosso Gerador de Nome para gerar milhares de ideias de nomes de Produto. Simplesmente digite as palavras-chave e automaticamente milhares de combinações de nome são geradas.

Por exemplo, se tem uma empresa de ferramentas de jardim e lançou um novo produto, que é um soprador de folhas, pode começar a sua lista de palavras com algo do tipo:

  • Folha
  • Jardinagem
  • Sem folha
  • Soprador
  • Folha fácil
  • Verde
  • Jardim
  • Flor
  • Desfolhar

Verificar marcas registadas

Após ter decidido o nome, poderá querer registar a sua marca para o nome do produto. O registo é a única forma legal de proteger a sua marca de ser usada sem sua autorização e assim impedirá outras pessoas de copiar a sua ideia e roubar o seu negócio. A primeira coisa que precisa fazer é verificar se alguém já registou o seu nome na internet. Se já estiver registado, terá que escolher outra ideia para o produto.

Em Portugal, as marcas registam-se no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Pode pedir o registo de marca online ou em papel. Antes de apresentar o pedido tenha a certeza que não existe uma marca igual à que quer registar.

Informe-se junto de um advogado apropriado para obter aconselhamento no processo, visto que este processo pode durar ainda alguns meses.

We use cookies to offer you our service. By using this site, you agree to our: Cookie Policy