Gerador De Nomes Para DJs

O Que Você Precisa Saber Logo De Cara

Trabalhar na noite é, para algumas pessoas, a profissão dos sonhos. O mercado para DJs no Brasil tem crescido significativamente já há alguns anos e tem exigido mais preparação por partes dos profissionais, que hoje devem ter conhecimentos próximos ao de um produtor musical.

Entender o tipo de música que você deseja fazer, os espaços onde gostaria de tocar e o público que precisa atingir são parte significativa da criação de uma carreira de DJ. Antes disso, porém, é preciso fazer algo “básico”, mas de importância imensa: escolher um nome inteligente, interessante, chamativo e original.

Não faz ideia de como fazer isso? Fique tranquilo: neste artigo, falaremos um pouco sobre a importância de um bom nome comercial, daremos algumas dicas para você exercitar a sua criatividade e faça boas escolhas e, por fim, mostraremos a você o nosso exclusivo gerador de nomes para DJs.

A Importância De Escolher Um Bom Nome

Os nomes são o cartão de visita de qualquer companhia – e o mesmo vale para pessoas que são a sua própria empresa.

Pense que o nome que você escolher estará estampado no seu logo, mas também em cartazes, pôsteres e imagens em redes sociais. É fundamental, portanto, que ele seja capaz de provocar interesse, curiosidade, admiração ou, pelo menos, alguma reverberação positiva em quem entrar em contato com ele.

O Que Você Deve Ter Em Mente Ao Criar O Seu Nome De DJ

Qual é o tipo de trabalho que você deseja fazer? Sabemos que existem DJs especializados em tipos específicos de música, que misturam canções originais com temas autorais, que gostam de remixes e músicas de maior extensão, que privilegiam um determinado estilo musical… As possibilidades são infinitas.

Você precisa saber muito bem para onde você irá antes de escolher o seu nome de DJ. 

Vamos pensar em um exemplo: Vintage Culture é o nome profissional de Lukas Ruiz Hespanhol, um DJ e produtor brasileiro que se tornou muito conhecido no meio da música eletrônica. Seus primeiros trabalhos eram remixes de clássicos dos anos 80, como “Blue Monday”, do New Order, e “Another Brick in the Wall”, do Pink Floyd. 

Embora hoje o artista trabalhe com músicas autorais e crie remixes de canções bem contemporâneas, a sua primeira paixão foi a produção musical dos anos 80 – entendeu a razão da escolha do nome “Vintage Culture”?

Uma dica: pegue palavras que dialoguem com a sua história de vida, com os seus interesses musicais e com aquilo que você deseja transmitir aos seus ouvintes. Elas serão de excelente ajuda não apenas para que você entenda melhor o seu próprio trabalho, mas para que utilize bem o nosso gerador de nomes para DJs.

Dicas Para Criar Nomes Memoráveis

Já demos a primeira dica aqui em cima: entenda perfeitamente o seu lugar no mundo, além do seu público-alvo. Ambas as informações são necessárias para que você crie canções direcionadas, que serão buscadas e encontradas por quem deseja consumi-las.

Isso não é tudo. Anote as dicas a seguir e lembre-se delas quando estiver testando o nosso gerador de nomes para DJs.

Mantenha Os Nomes Curtos

Você já percebeu que a maior parte das marcas têm nomes com poucas letras? Isso não é por acaso.

Segundo Neil Patel, os nomes curtos e fáceis permanecem no inconsciente coletivo e são, exatamente por essas características, mais reproduzidos. Isso é, de acordo com o especialista em marketing digital, “divulgação orgânica, sem custos”.

Vale lembrar que, além disso, nomes fáceis são encontrados no Google com mais rapidez. Você definitivamente não quer que o seu cliente tenha dificuldade de encontrá-lo nas redes sociais, certo? Certo!

Outra coisa: após decidir o seu nome, é fundamental que você invista na criação de presença digital. 

Logo, identidade visual, site oficial e redes sociais sempre atualizadas são necessárias, especialmente se o seu público é formado por pessoas um pouco mais jovens – digamos, entre 18 e 25 anos. Boa parte delas está no Instagram e no TikTok e, nos próximos anos, em outras redes sociais que vierem a aparecer.

Vale, além disso, começar a se programar para investir em marketing digital: o ideal é que o seu website tenha um blog frequentemente atualizado, com artigos otimizados para SEO. 

Dessa maneira, você estará no topo das pesquisas no Google para alguns termos específicos – digamos “DJs para festas em São Paulo” ou “DJs de rock”.  

Fugimos rapidamente do tema do artigo, mas foi por uma boa causa. Logo apresentaremos a você o nosso gerador de nomes para DJs, mas antes disso, voltemos ao assunto anterior:

Pense Na Sonoridade

O seu nome de DJ deve ser pronunciado de maneira simples e compreendido com interesse e surpresa, como mencionamos há alguns parágrafos. Nomes “sem graça” terão zero reverberação no ouvinte e isso é, para nós, um grande problema.

Existe outro ponto a considerar: muitas pessoas têm escolhido nomes com números, como o DJ R3hab. O “3”, nesse caso, substitui a letra “E”. A palavra “rehab” significa reabilitação, o que não é exatamente um termo muito convidativo, mas tem apelo.

Qual é a dificuldade de nomes do tipo? O fato de que o “3” não é facilmente pronunciável, nem facilita a busca pelo nome do profissional em buscadores. Se alguém ouvir o nome “Rehab” e colocá-lo no Google, possivelmente encontrará, antes de tudo, canções de Amy Winehouse e Rihanna.

Pronunciar “R três Hab” (ou “Are Three” no original) também não é muito sonoro. O nome comercial pode ter funcionado para esse profissional, mas poderia não funcionar bem para outras pessoas (e nem em português).

Na hora de gerar resultados no nosso gerador de nomes para DJs, prefira palavras reais em vez de adaptações com números.

Aposte Nas Palavras Estrangeiras, Mas Tenha Cautela

Boa parte dos DJs tem como objetivo alcançar públicos maiores, seja em festivais nacionais ou em eventos internacionais de grande porte, voltados para segmentos musicais específicos. A música eletrônica, aliás, tem inúmeros festivais em todo o globo.

Para garantir que públicos de diversas nacionalidades possam pronunciar a sua alcunha, muitos DJs escolhem palavras curtas, como já falamos, com traduções que podem ser feitas “depressa”. Poucas sílabas sempre ajudam nessa hora!

Quer alguns exemplos? “Doozie”, que é o nome escolhido pelo DJ Rodrigo Kost, ou MOJJO, nome artístico de um DJ brasiliense.

Nunca Abra Mão Do Bom Gosto

Palavras que possam soar negativas, pejorativas para grupos minoritários ou historicamente agressivas jamais devem ser utilizadas – se elas são ruins na vida cotidiana, imagine o peso se forem adotadas como nomes artísticos.

Ao escolher um nome, lembre-se de pesquisar a sua historicidade, os assuntos relacionados a ele e as suas consequências. A liberdade artística existe, mas ela não pode ignorar a sua responsabilidade como indivíduo, cidadão e profissional.

Conheça O Gerador De Nomes Para DJs

A nossa ferramenta funciona por meio da digitação de palavras-chave pelo usuário. A ideia é que a pessoa interessada digite palavras relacionadas ao seu segmento de atuação, aos seus interesses, objetivos e particularidades, e que receba, em troca disso, possibilidades de nomes diversos, inteligentes e originais.

O Business Name Generator, como é originalmente chamado, não funciona gerando palavras aleatórias ou combinando as keywords que você inseriu. 

Ele possui um algoritmo que literalmente faz uma “varredura” no segmento do seu interesse e que, estudando outras palavras e resultados já obtidos, cria opções cada vez mais diferenciadas.

Dicas para otimizar a sua experiência com o nosso gerador de nome para DJ:

  • Aproveite o fato de que o segmento permite e faça simulações de nomes em idiomas diferentes. Sugerimos que teste o gerador em português e, então, em inglês;
  • Após receber os seus resultados, utilize os filtros à esquerda para receber nomes cada vez mais adequadas às suas preferências: você pode escolher o número de caracteres, se prefere nomes com uma ou duas palavras, se quer vocábulos no feminino ou no masculino, etc;
  • Ao clicar no ícone de “estrela”, que está ao lado de cada resultado, você consegue salvá-lo em uma lista de favoritos;
  • Confira, em tempo real, se os nomes que lhe agradam têm domínios disponíveis para compra. Esse é o primeiro passo para saber se outra pessoa já está utilizando aquele nome, mas não dispensa a necessidade de fazer uma busca mais aprofundada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial.

20 Nomes Para DJs Criados Com O Gerador De Nomes Para DJs

Para fazer as simulações dos nomes que você verá agora, tomamos algumas liberdades poéticas.

No primeiro caso, imaginamos uma DJ mulher que, profundamente interessada em questões de gênero, gostaria que o seu nome artístico refletisse poder feminino, preocupação social e reconhecimento. Utilizamos as palavras: DJ, Deusa, Mulher, Arte.

Veja alguns resultados:

  • Etérea;
  • Longeva;
  • Invicta;
  • Peculiar;
  • Auspiciosa;
  • Nativa Arte (“Nativarte” poderia ser uma opção);
  • Deusa Universal.

Em uma segunda simulação, pensamos em algo um pouco menos específico: nesse caso, geramos nomes para uma pessoa que quer se lançar à carreira internacional. Ela quer tocar eletrônico, música transcendental e experimentações sonoras.

Trocamos o filtro para inglês no topo da página e, então, utilizamos as palavras DJ, Electronic, BPM, Transcendent, Music. Veja alguns resultados:

  • Songbird;
  • BPMjet;
  • Wired;
  • Vamp Electronic;
  • Alt Transcend;
  • Incubator;
  • Atlas;
  • Electronara;
  • Intrepid;
  • How Transcendent;
  • Legion;
  • Elixir;
  • Electronic Bot.

Esperamos que você tenha se inspirado bastante com os conteúdos que oferecemos até aqui – e que, agora, esteja empolgado para utilizar o nosso gerador de nomes para DJs!

Frequently Asked Questions (FAQ)

Há muitos DJs populares. Entre eles, podemos citar: David Guetta, Martin Garrix, Armin Van Buuren, Alok, Don Diablo, Tiësto, Hardwell, Skrillex, Steve Aoki, Vintage Cultura, Deadmau5, Zedd, Lost Frequencies, R3hab, KSHMR, Diplo, Timmy Trumpet, Avicii, Paul van Dyk e Claptone.

Nomes comerciais geralmente são curtos, para que sejam mais fáceis de memorizar e “passar adiante”, mas também sonoros, inteligentes, originais e capazes de provocar sentimentos de curiosidade, admiração ou surpresa naqueles que os escutam. É importante, além disso, que o nome comercial tenha relação com o segmento do qual faça parte e que tenha bom potencial para marketing.

Registrar a marca no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) é a única forma de garantir que o nome da sua escolha não será utilizado por outras pessoas do seu segmento. É, portanto, a melhor forma de se blindar contra cópias e utilizações indevidas da sua marca. Caso a propriedade de uma pessoa não seja respeitada, ela tem direito de acionar a Justiça e pedir reparação, por exemplo.

Atualmente, é impossível criar uma marca sólida sem buscar presença virtual. Para isso, torna-se necessário desenvolver logo e identidade visual profissionais, além de criar um website próprio, com domínio pago, e redes sociais frequentemente atualizadas. Muitos DJs têm utilizado aplicativos de comunicação instantânea e vídeos curtos para divulgar o seu trabalho.

O nosso gerador funciona a partir da inserção de palavras-chave em um formulário específico. Após receber as informações fornecidas pelo usuário, a plataforma oferece-lhe dezenas de resultados personalizados, que dialogam não apenas com o segmento daquelas keywords, mas com outras pesquisas feitas por usuários de todo o globo.

Sim, ele é completamente gratuito. Você pode utilizá-lo, além disso, em vários idiomas. Também não é necessário fazer cadastro ou digitar dados sensíveis em nenhum formulário.

Pode. Há vários DJs que fazem isso, como David Guetta e Bruno Martini. Não é uma ideia ruim, mas sempre recomendamos que você pense: meu nome próprio tem potencial de marketing? Ele é chamativo, interessante, original? Ele é capaz de se destacar entre os demais? Se você achar que sim, vá fundo!

É bastante comum que os DJs, mesmo os brasileiros, busquem palavras estrangeiras para compor o seu nome de trabalho (que se torna, quando registrado junto aos órgãos competentes, uma marca). Essa não é uma prática desaconselhada; o que sugerimos, porém, é que o bom senso sempre prevaleça. Nomes com muitas letras e números tendem a ser lidos com certa dificuldade e serão, por isso, difíceis de pronunciar e “viralizar”.
We use cookies to offer you our service. By using this site, you agree to our: Cookie Policy