Gerador De Nome para Loja BoHo

Gerador De Nome Para Loja BoHo: Dicas Para Se Destacar No Mercado + 20 Sugestões de Nomes

O estilo Boho Chic nasceu no bairro londrino do Soho, em meados da década de 70, e dominou o mundo.

Trata-se de uma tendência que tem referências que envolvem não apenas o movimento hippie, mas as cores, texturas e movimentos do rock e do folk. Além disso, o Boho bebe muito da fonte do romantismo moderno.

Boho, vale dizer, é derivado de Bohemian, palavra inglesa para boêmio. Isso diz muito sobre a estética em questão, já que ela também tem inspiração no espírito dos artistas europeus da década de 1920. 

Pode parecer um pouco estranho que um estilo faça a junção de tantos lugares, movimentos e estéticas diferentes, mas isso está longe de ser um problema: o resultado foi tão interessante que angariou adeptos por todo o globo, incluindo celebridades.

Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre o assunto, além de oferecermos aos interessados a possibilidade de conhecer e testar um gerador de nome para loja BoHo de extrema eficácia. Confira!

BoHo E Hippie São A Mesma Coisa?

O movimento Hippie surgiu na década de 1960, acompanhando os anos seguintes a duas guerras mundiais e no meio da guerra fria. Os jovens que faziam parte desse grupo tinham como objetivo questionar o sistema vigente, a ganância dos governos, o tradicionalismo das famílias da época, entre outras coisas.

Podemos dizer, de forma bem simplificada, que se tratava de uma forma de protestar contra a maneira como as nações lidavam com os seus conflitos e com todas as consequências da guerra, como a miséria e as múltiplas violências.

Na parte estética, o movimento hippie era mais “desleixado”, digamos assim: víamos flores, muitas estampas, cores psicodélicas, cabelos grandes, botas – mas muitos pés descalços -, etc. 

Hoje temos um movimento estético chamado Hippie Chic, que utiliza elementos do movimento original com outra roupagem. As modelagens são românticas, geralmente amplas, e um tanto quanto despojadas (ainda que prezem pela elegância!).

O Boho, também chamado de Boho Chic, bebe da fonte sessentista, mas opta por tecidos fluidos ou de qualidade maior, chapéus de abas grandes, estampas florais e por modelagens que podem ser largas ou mais justas. A sensualidade também pode se fazer presente!

Vale A Pena Abrir Uma Loja Assim No Brasil?

Sim! Estamos falando de um público específico, mas bastante fiel. 

Os adeptos do estilo tendem a comprar sempre nos mesmos lugares, visto que se trata de uma tendência que, embora globalizada, não está sempre disponível nas lojas de departamento ou de maior acesso.

A partir do momento em que você oferece um produto a um público carente de possibilidades, você permite que ele se aproxime, permaneça por perto e ainda atue como promotor do seu negócio.

Como Escolher O Nome Da Sua Loja BoHo?

A escolha de um nome nunca deve ser aleatória: é através dele que os clientes saberão quem você é. Se a sua denominação não disser nada, você terá fracassado na tarefa de comunicar a sua ideia, expressar sua essência ou dialogar com os seus.

Isso significa que você deve partir para nomes difíceis, com grandes conceitos filosóficos e similares? Nem sempre. Muitas vezes, a simplicidade é capaz de chamar mais atenção do que a tentativa de impressionar.

Antes de apresentarmos a você o nosso gerador de nome para loja Boho, daremos algumas dicas para ajudá-lo no processo de criação da sua marca.

1. Entenda bem o seu segmento

Contamos, no início do artigo, um pouco mais sobre a origem do Boho e as suas raízes, que não foram inteiramente modificadas, mas sofreram influência do tempo e das novas tendências.

É seguro dizer que o público que adota essa estética, nos dias de hoje, tem algum conhecimento sobre moda e deseja comunicar, com as roupas que utiliza, alguma percepção de mundo ou identificação com movimentos de ordem social.

Dada a especificidade do estilo, os adeptos possivelmente estarão mais dispostos a disponibilizar alguma quantidade de dinheiro para manter o seu visual “em dia”. 

Isso permite a você que tenha noção também sobre o poder aquisitivo dos seus possíveis clientes (o que ajuda na hora de escolher as peças que serão vendidas, os valores que farão parte da sua tabela, o tom de voz da sua marca, etc). 

Entenda: conhecer profundamente o segmento é fundamental para saber o que oferecer e para quem oferecer. Sem essa percepção, é praticamente impossível obter sucesso profissional. Não existe “vender para todo mundo”. 

2. Faça as perguntas certas

Saber quem é o seu público é a primeira etapa na construção de uma marca forte e, sem dúvidas, pode ajudá-lo na hora de escolher a denominação perfeita para o seu estabelecimento.

Há, porém, outros passos que você deve dar. Para solidificar a imagem da sua empresa no mercado e torná-la mais humana, direcionada e interessante, você deve se fazer algumas perguntas, como:

  • Como eu desejo ser visto pelo meu público? Escolha de 3 a 5 palavras que comuniquem essa relação. Alguns exemplos: confiável, atraente, elegante, extravagante, justa.
  • Quais experiências eu devo oferecer aos meus clientes e possíveis clientes para mantê-los por perto e como isso pode me diferenciar da concorrência?
  • Quanto o meu cliente pode disponibilizar para manter o seu estilo e de quais formas posso garantir que ele permaneça interessado no meu produto?
  • Através de qual tom de voz posso atingir as pessoas que se interessam pelo que eu tenho a vender e quais são as temáticas que dialogam com esse público específico? 
  • Quem são as pessoas ou quais são os estabelecimentos que me inspiram e por quê? Anote as razões.
  • Como posso utilizar as temáticas que motivam o meu público sem me tornar panfletário ou soar como alguém que está “se aproveitando” de causas?

3. Escolha palavras-chave

Após passar pelo processo que sugerimos no tópico anterior, é possível que você tenha uma lista de palavras que conversam com as demandas do seu negócio. 

Esse é o momento de fazer a seleção da seleção, digamos assim: escolha, entre todas as opções, as dez palavras que você acredita que tenham mais a ver com a marca que você quer deixar no mundo, com o seu segmento e com o seu público.

Adiantamos que, a partir dessas keywords, será possível fazer uso do gerador de nome para Loja BoHo e, então, encontrar algumas denominações que façam sentido para você. Escolha bem!

Como Utilizar O Gerador De Nome Para Loja BoHo

O nosso gerador de nomes para lojas BoHo funciona, como dissemos há pouco, através da utilização de palavras-chave previamente selecionadas pelo usuário.

Para vê-lo em ação, basta digitar as palavras que você escolheu na barra de pesquisa da plataforma. Confira, antes disso, se você está utilizando a versão em português: dessa forma, você terá resultados que estão mais alinhados ao idioma.

Caso você queira utilizar termos em inglês, troque o idioma na barra superior. Lembre-se, porém, de escolher palavras facilmente reconhecíveis, que não sejam difíceis de pronunciar e que, claro, tenham relação com o universo do BoHo Chic.

Após receber os seus primeiros resultados, você pode utilizar o filtro à esquerda para tornar a pesquisa ainda mais específica: é possível, por exemplo, escolher o gênero dos nomes de lojas que você deseja, se prefere nomes com um número específico de caracteres, etc.

Dicas para aproveitar melhor a plataforma: 

  • Ao gostar de uma das opções fornecidas pela plataforma, clique no ícone da estrela para salvá-la;
  • Verifique, em tempo real, se o domínio para o nome que você gostou está disponível para compra.

20 Nomes Para Lojas BoHo Criados Pelo Gerador De Nomes De Empresas

Vamos fazer alguns testes na prática agora! Utilizamos, no campo de pesquisa, as keywords BoHo, Moda, Loja, Estilo, Paz. Alguns dos resultados que alcançamos foram:

  • Estilotastic;
  • A-Line Moda;
  • Suburbia BoHo;
  • Ageless BoHo;
  • Estilozilla;
  • Wander BoHo;
  • Loja Regency;
  • Style BoHo;
  • Hybrid;
  • Road BoHo.

Alguns dos nomes, como Estilozilla e Estilotastic, são bastante modernos e podem, por isso, atrair os públicos mais jovens. Se essa for a sua expectativa, eis aí um caminho interessante para avaliar.

Vamos tentar de novo. Agora, utilizamos as palavras BoHo, Espaco, Chic, Moda e Elegancia. Na hora de gerar os nomes, remova os acentos.

  • BoHo Ally;
  • Insignia;
  • Majesty;
  • BoHo Finesse;
  • Espaço Chic;
  • BoHo Unique;
  • Espaço Runway;
  • Moda Happening;
  • BoHo Extravagance;
  • Espaço Sapphire.

Você deve ter percebido que, como BoHo é um termo britânico, muitos resultados vieram em inglês mesmo com o nosso uso da plataforma em português. 

Já dissemos que o nicho dialoga com outro idioma, então isso não é um problema: apenas saiba, de novo, escolher palavras chamativas, com alguma similaridade com a nossa língua e que sejam fáceis de traduzir.

Ao receber seus resultados, experimente fazer combinações, ainda dentro do gerador de nome para loja BoHo, entre os nomes que surgiram. Dessa maneira, você pode alcançar variações ainda mais interessantes para o seu estabelecimento.

5 nomes de lojas BoHo para conhecer

Para lhe dar ainda mais inspiração, trouxemos alguns nomes reais de lojas especializadas no estilo BoHo:

Boho Style Oficial

A loja, localizada na região do Brás, em São Paulo, é bastante descritiva na escolha do seu nome – e torna-o fácil de pronunciar, mesmo com a utilização de palavras estrangeiras.

Be Boho

“Seja Boho”, na tradução, seria um bom nome também! 

A loja, que fica na Praça Benedito Calixto, em São Paulo, preferiu porém utilizar os termos em inglês, possivelmente não apenas para evidenciar a sua aproximação com um estilo estrangeiro, mas para enfatizar que os seus produtos têm qualidade superior, são diferenciados, etc.

Madame Boho Resort and Beach Wear

Segundo a descrição do estabelecimento, ele é especializado em peças confeccionadas à mão, o que faz com que todas sejam diferentes entre si, e com materiais étnicos.

A casa, ainda segundo o que foi publicado no site oficial, “mantém o estilo boho glam, gipsy e folk, com foco nas linhas resort wear e beach wear”.

Pelo tom de voz utilizado e pela escolha do nome do negócio, é perceptível que estamos falando de uma loja voltada para um público premium.

Look and Soul

Localizada na Liberdade, também em São Paulo, trata-se de um espaço voltado para a venda de roupas em estilo Hippie Chic e Boho. Para experimentar as roupas, é preciso marcar horário – o que, por sua vez, também reforça o caráter de exclusividade da loja, das peças e dos clientes.

Tropicália Moda Alternativa

O movimento tropicalista, que ocorreu no final da década de 60, é bem brasileiro, mas também teve influência do que acontecia no exterior. Ele esteve presente principalmente na música, mas também influenciou os movimentos cinematográficos, teatrais e a literatura do país.

Embora o BoHo venha de fora, é impossível negarmos a aproximação entre os movimentos. Isso faz com que esse diálogo seja possível – e com que o nome do estabelecimento, por consequência, seja bem inteligente!

Frequently Asked Questions (FAQ)

Você pode se inspirar em alguns dos casos que apresentamos para escolher o nome do seu estabelecimento, mas também pode seguir algumas dicas.

Verifique se o nome que você escolheu diz a que veio: ele fala com o seu segmento? Ele é fácil de pronunciar, mas tem significado? O que ele transmite ao seu ouvinte? Isso tem a ver com o que você deseja transmitir?

Por fim, lembre-se de mantê-lo simples: nomes únicos ou com até três palavras tendem a se fixar melhor na cabeça dos clientes, além de causarem mais impacto.

Se você pretende criar um estabelecimento e vender produtos, o ideal é que faça, sim, o registro do seu negócio.

Dessa maneira, você poderá impedir que outras empresas do mesmo segmento tenham o mesmo nome que o seu. Trata-se, portanto, de uma atitude que coíbe o plágio e lhe dá direitos na justiça.

Para saber se outra empresa do mesmo setor já tem o nome que você escolheu, faça uma pesquisa no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), clicando aqui.

Caso o nome esteja livre, sugerimos que você dê início ao seu processo de registro. O órgão, importante salientar, dá preferência às primeiras solicitações.

A razão social é o nome que aparecerá em documentos oficiais da sua empresa, como contratos e notas fiscais. Não há necessidade de repeti-lo no nome fantasia, que é o nome pelo qual a sua companhia será conhecida no mercado (e que está presente em logos, materiais de divulgação, etc).
We use cookies to offer you our service. By using this site, you agree to our: Cookie Policy