Gerador de Nomes para Organizações de Caridade e Sem Fins Lucrativos

Gere ideias de nomes para a sua organização de caridade e sem fins lucrativos em baixo

Como escolher o nome certo para a sua organização de caridade e sem fins lucrativos?

Criar uma organização de caridade pode parecer uma missão assustadora, mas na verdade se existir dedicação, paciência e vontade em resolver as questões sociais ou ambientais, então o caminho é mais fácil. Antes demais, parabéns! Iniciar a sua própria fundação é uma excelente iniciativa que contribuirá para a melhoria de vida de muitos. 

Existem imensos requisitos para fundar uma organização, assim como para escolher a área em que se irá focar, por isso pesquise, analise organizações opostas e certifique-se que a sua organização de caridade cumpre todas as regras. 

As organizações surgem como soluções para questões sociais ou ambientais atuais, que oferecem os seus serviços a custo zero, por isso ao escolher o nome da sua organização, apele ao altruísmo, transmita a ideia de acolhimento e assistência ao próximo. 

Já tem as ideias mais ou menos assentes, mas ainda não tem a certeza do nome para a sua organização de caridade e sem fins lucrativos, não se preocupe! Durante os próximos minutos iremos analisar o seu conceito, questões de marketing, nomes de organizações existentes e passos para o ajudar nesta descoberta. 

Conceito da sua organização 

Para definir o nome da sua organização é necessário que tenha em mente que tipo de instituição pretende ter e qual a sua missão. Quais os pilares da sua instituição? De que forma atuará? Que serviços presta à comunidade? Depois de obter estas respostas, pense num nome que as combine e que transmita ao público a sua mensagem. 

Se a sua organização de caridade for voltada para crianças, com necessidades especiais ou para melhorar a sua educação, pense em nomes que lembram o mundo infantil, como “Aldeia das Crianças”, “ Desejos dos Pequeninos”, etc. Se o foco forem as mulheres, aproveite este momento atual de empoderamento feminino e crie um nome impactante, que transmita uma mensagem de crescimento e apoio, como “Mulheres de mãos dadas”, “Poderosas”, etc. 

No que toca a organizações ambientais, aproveite a agenda atual e a preocupação social e escolha um nome que apresente os perigos que o mundo enfrenta e que apele à ação de cada um. Exemplo: “Filhos da Terra”, “Um futuro verde”, etc.

O que nós queremos transmitir é que conforme a sua missão, o nome surge. Pense nos seus objetivos e depois utilize o nosso Gerador de Nomes para perceber que palavras associadas surgem. 

Estratégia de Marketing 

Como já referimos anteriormente, quando se fala em organizações de caridade e sem fins lucrativos, as palavras ajuda, conexão e empatia surgem imediatamente. São palavras que estão envolvidas em trabalhos de ajuda e solidariedade. Como tal, quando estiver a promover a sua organização, pense nestas palavras e invista a sua mensagem nelas. 

Se a sua ideia surgiu em prol de uma situação que o afeta diretamente ou de alguém que conhece, aproveite essa proximidade para criar um nome mais pessoal, algo que atinja o coração de cada pessoa.

Aproveite as redes sociais para promover a sua organização, utilize cores como o verde e azul que inspiram confiança e crie a sua marca em base do seu nome e ação.

Desenvolvimento, trabalho humanitário, voluntariado, erradicação da pobreza, animais em risco de extinção, fome, saúde, ecológico, preservação, mudança climática, são algumas das palavras que fazem qualquer consumidor ficar atento à sua mensagem. 

Análise de Nomes de Organizações de Caridade Concorrentes

Capacetes Brancos – A cor branca é associada à pureza, liberdade e virtude, três pilares que representam esta organização. A palavra capacete é um tipo de equipamento de proteção, passando a ideia de que esta organização tem como objetivo proteger pessoas. 

Cruz Vermelha – Duas associações rápidas, a cruz de Jesus e a cor vermelha do sangue. É impossível ficar indiferente a este nome, sabemos de antemão que a ajuda desta organização é urgente. 

Habitat para a Humanidade – Além de soar bem ao ouvido, é um nome muito descritivo e informativo. Mostra claramente a missão da organização que se foca em questões ambientais. 

Save the Children – Traduzido para Português, “Salve as Crianças”. Ninguém fica indiferente a esta chamada de atenção. As crianças são a missão desta organização e a utilização do imperativo demonstra urgência em conseguir essa ajuda.

Médicos sem Fronteiras – Uma organização de saúde com uma mensagem muito simples, as fronteiras políticas não devem ser barreiras para todos receberem um bom tratamento médico. 

9 passos para escolher o nome da sua organização de caridade e sem fins lucrativos

1. Faça uma análise da concorrência 

Pesquise e faça uma análise da concorrência como o seu primeiro passo para economizar muito tempo no futuro, assim saberá quais os nomes a evitar e os que funcionam no mercado. Quando estiver a analisar a concorrência pense sobre: 

  • Quais os valores da organização? O nome transmite esses valores? 
  • Existe alguma tendência nos nomes dessas organizações? Evite tendências, pois essas são passageiras e podem ser um obstáculo para a sua expansão futura.
  • Qual dos nomes é o melhor? E porquê? Pegue nessas respostas e pense de que forma pode produzir um nome melhor. 

2. Foque-se em dar um nome à sua organização, não em descrevê-la

Quando dizemos para transmitir a mensagem ou valores da sua organização, não queremos dizer que o faça literalmente. Esta é uma armadilha típica que a maioria das pessoas cai, pois usam termos cansados, isto é, palavras que já são usadas em excesso. Experimente dar um nome que tenha uma história por detrás disso. 

3. Crie um brainstorming das suas ideias

Crie um brainstorming das palavras que podem estar associadas à sua organização e serviço que apresenta. Neste primeiro ponto, o seu objetivo é criar uma lista de palavras ou nomes que lhe venham à mente quando pensar na sua organização. Caso esteja com falta de ideias, utilize o nosso gerador de nomes. 

4. Faça uma lista restrita das suas ideias

Após ter desenvolvido uma lista de possíveis nomes, faça uma análise das suas ideias. Retire qualquer nome que possa ser difícil de lembrar, pronunciar ou dizer em voz alta. Opte por nomes característicos, que soem de forma positiva, sejam fáceis de memorizar e que comuniquem os valores da sua organização sem fins lucrativos ao seu público-alvo.

Utilize o próximo checklist para o ajudar a encurtar a sua lista de nomes: 

  • O nome é simples e fácil de lembrar?
  • O nome é fácil de ler e dizer em voz alta?
  • O nome é diferente da concorrência?
  • O nome transmite um significado relevante?
  • O nome evita palavras usadas em excesso ou clichés?

5. Crie um nome memorável 

Criar um nome de organização de caridade e sem fins lucrativos  é o primeiro passo para entrar na mente do cliente. O seu nome deve ter como objetivo parar um cliente no seu caminho para consumir a sua mensagem e dar uma informação extra sobre a sua organização. 

Poderá utilizar nomes de personagens icónicos ou até figuras importantes da história para os associar ao trabalho da sua organização. Utilize rimas e aliterações; Experimente usar palavras que sejam relevantes; Mantenha-o curto e simples.

6. Verifique se o nome está disponível ou já foi registado

Para não correr o risco de tomar uma decisão sobre o seu nome e depois perceber que já foi utilizado por outra empresa verifique se o nome já foi registado. Tenha pelo menos três a quatro grandes nomes comerciais para a sua organização, para caso algum dos nomes já tenha sido utilizado, ter outras alternativas.

Procure o nome nas redes sociais, faça uma pesquisa no Google e certifique-se que não existe nenhum domínio de website registado. É importante que o nome não esteja registado tanto no domínio como nas redes sociais, para que possa alinhar a sua organização em ambas.  

7. Experimente comprar nomes característicos de organizações de caridade

Nomes característicos de organizações são nomes que não possuem sentido, mas quando são lidos soam bem. Estes nomes frequentemente usam padrões de letras (Vogais/Consoantes/Vogais), pois essas estruturas são tipicamente curtas, atraentes e fáceis de pronunciar e lembrar. Poderá encontrar uma lista completa de nomes de organizações de caridade características em Domainify.com

8. Evite combinações de palavras apenas para criar um nome único

Outro erro que as pessoas cometem várias vezes é criar péssimas combinações de palavras quando descobrem que as suas ideias de nomes já estão em uso. Por exemplo, pensou num nome que já estava em uso, neste caso deve passar para outras alternativas em vez de optar por nomes similares. 

Ao criar estas combinações estará a dar um passo atrás na sua organização, uma vez que estes nomes não são atraentes, fáceis de pronunciar ou lembrar.

9. Peça opinião 

Depois de ter uma lista de nomes que considera boas ideias para a sua organização de caridade e sem fins lucrativos, peça a opinião de potenciais clientes ou pessoas que trabalham no mercado. Evite opiniões de familiares e amigos, pois estes estão mais propensos a elogiar as suas ideias e não são seus clientes. Faça perguntas como “Qual a primeira coisa que lhe vem à mente quando escuta o nome? Como se soletra? 

Peça para lerem o seu nome em voz alta e perceba qual das ideias tem mais potencial e lhe parece mais próximo da sua organização.  Através das respostas dadas, pergunte a si próprio se o nome continua relevante e se representa a sua instituição da forma que você planeava. 

Palavras Tendência

  • Voluntário
  • Voluntariado
  • Caridade
  • Solidariedade
  • Ajuda
  • Organização
  • Doação
  • Social
  • Direitos
  • Sem Fins Lucrativos
  • Não Governamental
  • Parcerias
  • Boa ação
  • Ambiente
  • Crianças
  • Lar
  • Construção
  • Oferta
  • Mudança
  • Auxílio
  • Desenvolvimento
  • Pobreza
  • Saúde
  • Injustiça
  • Ecológico
  • Segurança
  • Assistência
This site uses cookies to enhance user experience. Cookie Policy